Leque Plissado de Renda em Ponto de Gaze, 1850-90

Leque Plissado de Renda em Ponto de Gaze, 1850-90

Leque de folha plissada de renda de agulha belga em Ponto de Gaze, provavelmente produzida em Bruxelas, em fio de linho da maior qualidade. Armação em resina sintética translúcida e lisa, em imitação de tartaruga loira. Rebite metálico com argola em resina sintética.

 

Os leques de renda surgem na segunda metade do século XIX e tornam-se imediatamente muito populares. A Bélgica impõe-se, em finais do século XIX, como principal país produtor de rendas, sendo as de Bruxelas particularmente apreciadas. As rendas em ponto de gaze estiveram entre os melhores e mais dispendiosos produtos do século XIX, procedendo as mais requintadas da cidade de Bruxelas. Este tipo de renda era muito favorecida na confeção de leques de casamento e de baile.

 

Nota: para o estudo desta peça contamos com a colaboração de Kate Henry.

 

Proveniência:

Pertencia a Margarida Medeiros e Almeida, esposa de António Medeiros e Almeida.

 

Joana Ferreira (estagiária)

Casa-Museu Medeiros e Almeida

Artista

Desconhecido

Ano

1850-90

País

Bruxelas

Materiais

Resina sintética, linho e metal

Dimensões

Alt. 29,5cm x Larg. 56cm
; N.º de varetas : 14 + 2 guardas; 
Ângulo de abertura: 165º

Categoria
Leques Europeus