Concerto Ludovice Ensemble – J. S. Bach: “Oferenda Musical”

Concerto Ludovice Ensemble – J. S. Bach: “Oferenda Musical”

Ludovice Ensemble – J. S. Bach: “Oferenda Musical”

Temos o prazer de anunciar mais um concerto do grupo especializado na interpretação de música antiga, residente no Museu Medeiros e Almeida, Ludovice Ensemble!

 

 

22 de Julho, às 18h30 – Sala do Lago

Entrada livre

Rua Mouzinho da Silveira, 6

 

Programa

“Oferenda Musical” BWV 1079 de J. S. Bach (1685-1750)

Versão Integral (Potsdam/Leipzig 1747)

[duração: ca. 60 min. sem intervalo]

 

Ludovice Ensemble:

Joana Amorim, traverso

Ayako Matsunaga, violino barroco

César Nogueira, violino e viola barrocos

Diana Vinagre, violoncelo barroco

Fernando Miguel Jalôto, cravo e direção artística

 

Da visita de J. S. Bach ao rei-flautista Frederico o Grande da Prússia, em 1747, resultou uma obra-prima da história da música. O rei, conhecendo o talento de exímio improvisador do compositor, apresentou-lhe um tema musical de grande dificuldade. Bach improvisou diante da corte sobre o «tema real» mas, não satisfeito, dedicou ao rei, alguns meses mais tarde, uma publicação, constituída por duas longas e densas fugas para cravo, uma belíssima sonata para flauta, violino e contínuo, e 10 cânones – peças em complexo contraponto imitativo, com enigmáticas instruções – todos sobre o mesmo tema.

Uma oportunidade rara de ouvir a versão completa desta intrincada mas sublime criação de J. S. Bach, em instrumentos antigos: dia 22 de Julho no Museu Medeiros e Almeida, e dia 23 de Julho no Festival Internacional de Música de Marvão (https://marvaomusic.com/?programa=23-jul).

 

 

LUDOVICE ENSEMBLE

www.ludoviceensemble.com

O Ludovice Ensemble é um grupo especializado na interpretação de música antiga. Foi criado em 2004 por Fernando Miguel Jalôto e Joana Amorim com o objetivo de divulgar o repertório de câmara vocal e instrumental dos séculos XVII e XVIII, através de interpretações historicamente informadas e usando instrumentos antigos.

O seu nome homenageia o arquiteto e ourives alemão Johann Friedrich Ludwig (1673-1752), conhecido em Portugal como Ludovice. O grupo trabalha regularmente com os melhores intérpretes especializados, portugueses e estrangeiros. Apresentou-se nos principais festivais em Portugal e é uma presença regular no Centro Cultural de Belém (CCB) e na Fundação Gulbenkian. Em 2011 representou Portugal no encontro do Réseau Européen de Musique Ancienne, na Casa da Música.

No estrangeiro, atua em diversos festivais: no festival Laus Polyphoniae do AMUZ de Antuérpia, no festival Oude Muziek (Utrecht), nos festivais de La Chaise-Dieu, Musiques en Vivarais-Lignon e Festes Baroques (França), no festival de Música Barroca de Praga, no Festival Felicja Blumental (Telavive) e na Universidade Mórmon de Jerusalém. É uma presença regular em Espanha, nos Festivais de Música Antiga de Aranjuez, de Daroca e de Peñíscola, no festival Camiños de Santiago de Jaca, no Ciclo das Artes de Lugo, no Febrero Lirico do Real Coliseo Carlos III – San Lorenzo del Escorial, na Semana de Musica Antigua de Vitoria-Gasteiz e no Festival de Badajoz.

Gravou ao vivo para a Antena 2, a Rádio Nacional Checa ou o canal Mezzo. O seu primeiro CD (Ramée/Outhere) foi nomeado em 2013 para os prestigiados prémios ICMA, na categoria de Barroco Vocal.